fbpx

Resposta rápida: claro que é possível!

A revolução nas comunicações facilitou em muito a vida do empreendedor moderno.

Existem diversas histórias de pessoas que começaram negócios enquanto ainda estavam no seu emprego e tiveram enorme sucesso nesse negócio.

Inclusive isso é algo que a gente costuma recomendar pra muita gente.

Primeiro teste seu negócio, comece pequeno, faça ele começar a dar resultado, e quando esse resultado se aproximar ou superar o que você ganha no seu emprego, daí você faz a transição.

Parece simples, né? Mas na vida real não é tão simples assim.

Porque isso funciona muito bem pra alguns tipos de negócio, mas não pra todos.

E tem uma coisa que a gente fala por aqui, que super se aplica pra essa situação, que é:

Seu negócio cresce de acordo com o esforço que você coloca nele.

E cada pessoa é uma pessoa, cada circunstância é uma circunstância.

Se você tem bastante ajuda com seu filho, seu trabalho é tranquilo, sua ideia de negócio dá pra testar e executar somente alguma noites e fins de semana, você tem bastante disposição e energia e vontade de fazer acontecer, VAI FUNDO. Sim, dá.

Mas se você cuida sozinha do seu filho, tem um trabalho que demanda muito, já tem uma carga pesada só com suas atividades atuais, talvez seja mais difícil.

Eu mesma, Ana, já estive em uma situação em que isso seria absolutamente impossível, mesmo sem filhos.

E em outro momento já iniciei não um, mas dois negócios enquanto trabalhava em outro emprego.

Então vamos voltar à pergunta inicial? É possível começar um negócio sem largar o emprego?

É possível, claro! Muita gente faz assim!

É pra todo mundo? Não, não é.

Como saber se é pra você? Essa resposta só quem pode saber é… você mesma.

Mas se tem uma certeza nessa vida é que, se queremos mudar, se queremos evoluir, se queremos alcançar novos patamares, precisamos fazer sacrifícios.

Temos histórias de alunas e conhecidas que trabalhavam e cuidavam dos filhos o dia inteiro, iam dormir cedo e acordavam de madrugada pra construir o negócio online delas. T-o-d-o-s  o-s  d-i-a-s.  E trabalhavam no negócio quando dava, aos finais de semana, quando o filho dormia, até conseguirem largar o emprego e viver do negócio.

Porque elas tinham uma certeza: não queriam passar a vida fazendo aquilo, naquele emprego, naquele trabalho que elas odiavam, longe dos filhos, sem flexibilidade, sem respeito.

E elas sabiam que só tinha um jeito de sair daquilo, e se dispuseram a fazer os sacrifícios necessários. Por elas, pra mudar de vida, pra viver uma vida que fizesse sentido PRA ELAS.

Se questione o quanto você está satisfeita com a sua vida atual, o quanto você quer mudar, o quanto isso é de fato importante pra você. O quanto os sacrifícios necessários são pesados X o quanto as mudanças que eles podem produzir representarão na história da sua vida.

Esses questionamentos podem ser bons ponto de partida para você chegar a algumas respostas 😉

É possível começar um negócio sem largar o emprego?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.